sábado, 20 de junho de 2020

Operação Verde Brasil 2 continua na região de Uruará

Iniciou nesta sexta feira 19, na região de Uruará, no sudoeste do Pará, a “Operação Cachoeira” que tem como objetivo combater crimes ambientais, com foco no desmatamento ilegal.
Madeireiras da região estão sendo vistoriadas e algumas que estão em situação irregular já foram desmontadas pela força tarefa formada por agentes do IBAMA, militares do 51º Batalhão de Infantaria de Selva (51º BIS), Força Nacional de Segurança Pública e Polícia Rodoviária Federal, que estão dando apoio logístico e garantindo a segurança nas ações preventivas e repressivas.
Entre os dias 11 de maio e 10 de junho, essa mesma operação aconteceu nas terras indígenas, nas unidades federais de conservação ambiental e em outras áreas dos estados da Amazônia Legal.
A Operação
51º Batalhão de Infantaria de Selva, na tarde de sábado (20), divulgou uma nota a imprensa sobre a operação.                                                                          
A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pela Vice-Presidência da República, em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública. A missão deflagrada pelo Governo Federal, em 11 de maio de 2020, visa ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal.
A determinação para o emprego das Forças Armadas nestas atividades foi publicada no Diário Oficial da União por meio do Decreto n° 10.341, de 6 de maio de 2020.
Por: Wilson Soares – A Voz do Xingu   –  Fotos: Setor de Comunicação Social do 51º BIS
De acordo com o Decreto Nº 10.341, de 6 de maio de 2020, o Sr Presidente da República autorizou o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem e para ações subsidiárias, no período de 11 de maio a 10 de junho de 2020, nas terras indígenas, nas unidades federais de conservação ambiental e em outras áreas dos estados da Amazônia Legal, que requererem ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais, direcionadas ao desmatamento ilegal e o combate a focos de incêndio. Nesse contexto, e mediante ofício, o Governador do Estado do PARÁ, solicitou o emprego das Forças Armadas, de acordo com o Art. 2º do Decreto supracitado, no qual foi atendido em Despacho Presidencial, que foi publicado no DOU, em 9 de maio 2020.
Na sequência, por intermédio do decreto Nº 10.394, de 10 de junho de 2020, o Sr Presidente da República prorrogou a autorização do emprego das Forças Armadas em ações de Garantia da Lei e da Ordem e demais ações subsidiárias, no período de 11 de maio a 10 de julho de 2020.
Deste modo, o emprego das Forças Armadas, no amparo do decreto supracitado, ocorre em articulação com os Órgãos de Segurança Pública (Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional), IBAMA e demais órgãos e entidades públicas de proteção ambiental.
Sob essa égide, em subordinação à 23ª Brigada de Infantaria de Selva, o 51º Batalhão de Infantaria de Selva, no contexto da OPERAÇÃO VERDE BRASIL 2, iniciou nesta sexta feira 19 de junho, a “OPERAÇÃO CACHOEIRA”, juntamente com Policia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública e IBAMA, onde estará atuando e realizando o apoio logístico e a segurança nas ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais, com foco no desmatamento ilegal. “EXÉRCITO BRASILEIRO, JUNTAMENTE COM OUTROS ÓRGÃOS E AGÊNCIAS, NA LUTA PELA PREVENÇÃO E CONTROLE DE DELITOS AMBIENTAIS”.
               COMUNICAÇÃO SOCIAL
                              51º Batalhão de Infantaria de selva

Nenhum comentário:

Postar um comentário